larga mão

pexels-photo-326055.jpeg

introspecção
esbarro na canção
mais bonita do Emicida
versos difíceis
soam fáceis
e versáteis

a imaginação
de ledo ao engano
sou feito pano
de buda
em sua parede
nessa sede
de mais
uma

hoje o ontem
apareceu
e ficou gosto
de não acabou
composto
por dedos
entre laçados
lembrando
o perfume
de ser amado

e quando descobri
que você evoluiu
eu ri daqui
segui melhorando
pensando
quem sabe o passo
do seu calçado
encontre o meu
algum dia
evoluído também

se nunca acontecer
tudo bem
gostar é isso
um pedaço da gente
continua crente
que pode ser
melhor
mesmo não juntos
vai ser
amor

3 comentários

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s